Olhos de Mel



Quando chega o verão
A saudade aperta
É hora de partir

Vendo sua imagem
Nessa estrada deserta
Lembrando o seu nome

E quando chega a noite
Morro de desgosto
Vendo o seu rosto
Sempre a me seguir

Um dia desses por acaso
Te encontro à toa
E numa boa
Vou roubar para mim
Então vem

Vem lua menina dos olhos de mel
Dos olhinhos de mel

Quando lua te mandar
Um beijo todo o meu desejo
Alcançou o céu
Vem do sol
A luz que ilumina
Diz que canta a lua
Quando a noite se aproxima

Autor: Rastapé